Holy shit, Batman!

The Dark Knight poster 1

The Dark Knight poster 1

2008 acaba de ficar mais triste.

Não, minto. 2008 nos cinemas tornou-se menos interessante. Sério. Batman – O Cavaleiro das Trevas é, sim, tudo aquilo que a gente andou lendo por aí nas últimas semanas. Peraí, correção de novo: é mais. É um filme que merece as hipérboles que andou colecionando, as comparações com O Poderoso Chefão II, Fogo Contra Fogo, À Beira do Abismo. Merece também adjetivos como “maravilhoso, espetacular, perfeito”. É uma expectativa quase impossível para qualquer filme seguir e/ou superar, mas o novo torpedo de Christopher Nolan acerta. Em todos os alvos.

E o principal motivo para tanto foi justamente não ser um “filme de super-heróis”.

Batman

Batman

Então, caríssimos, não é em Kapow! que você vai ler que O Cavaleiro das Trevas é “o melhor filme de super-heróis da história” ou “a melhor adaptação de quadrinhos de todos os tempos”, simplesmente por ele não estar nessa categoria. Na falta de um “gênero” mais abrangente, o filme é um drama policial, pontuado por mortes, violência, investigação criminal, corrupção, drogas e vigilantismo – embalado numa estética moderna e nunca menos que espetacular (é notório o salto da qualidade da fotografia de Wally Pfister), que deixaria Howard Hawks ou John Huston orgulhosos. É o filme que Martin Scorsese não teria problemas em colocar ao lado de pérolas como Táxi Driver, é o amadurecimento do filme policial moderno, que teve seu pontapé inicial pop com Fogo Contra Fogo, de Michael Mann. E é, em seu cerne, a jornada de um homem incorruptível que cede ante a loucura de uma cidade.

Seu nome é Harvey Dent.

Aaron Eckhart é Harvey Dent

Aaron Eckhart é Harvey Dent

Desde que Batman – O Cavaleiro das Trevas deixou de ser apenas uma idéia, Christopher Nolan deixou claro que o filme não só seguiria o gancho do final de Batman Begins, com o tenente Gordon entregando uma carta de baralho do Coringa para o Batman, como também ele não tinha o menor interesse em explorar a gênese do Palhaço do Crime. “Anarquia” é a palavra-síntese do personagem interpretado por Heath Ledger (encontrado morto em 22 de janeiro), que encontra uma Gotham City com seu submundo apavorado com a presença do Batman e propõe, sem muito rodeio, matar o herói. Ao mesmo tempo, Bruce Wayne (Christian Bale) começa a questionar seu papel como símbolo da esperança numa cidade apodrecida e passa a enxergar esse papel em Dent (Aaron Eckhart), recém-eleito promotor público e força incorruptível na caçada aos mafiosos de Gotham, que aos poucos percebem que seu tempo é coisa do passado. É a jornada de Harvey, sua cruzada moral e o modo como o Batman e o Coringa o empurram ou para a luz ou para a escuridão que se desenvolve a trama do filme. Mas não fica por aí – isso na verdade é resvalar na superfície!

Heath Ledger é o Coringa

Heath Ledger é o Coringa

Batman – O Cavaleiro das Trevas traz tantas tramas paralelas que é preciso atenção redobrada para perceber quais engrenagens estão em movimento. Sem falar que é um filme em que todos os personagens recebem atenção especial do roteiro (escrito por Chris Nolan e seu irmão, Johnathan, a partir de uma idéia do diretor e de David S. Goyer, que trabalhou no texto de Batman Begins). Jim Gordon ganha um arco que desenvolve sua relação com a família e seu papel no intrincado jogo arquitetado por Batman. Lucius Fox (Morgan Freeman) vê-se, a certa altura, ante um dilema moral que pode comprometer seu futuro ao lado de Bruce Wayne. Rachael Dawes (Maggie Gyllenhaal, no lugar que fora de Katie Holmes em Begins) coloca-se entre os dois homens que representam a esperança da cidade. Os mafiosos de Gotham ganham face, especialmente a de Salvatore Maroni (Eric Roberts), que tenta reorganizar o crime com a ausência de Carmine Falcone (que Tom Wilkinson interpretou em Begins). É em torno da prisão dos criminosos que gira parte de trama de O Cavaleiro das Trevas, que leva o Cruzado de Capa até Hong Kong em busca de um empresário peça-chave para colocar os bandidos atrás das grades – sua abdução é uma das seqüências mais empolgantes do novo filme, que também mostra maior apuro de Nolan no comando de cenas de ação. O Batman, desta vez, mostra como dar conta de dezenas de criminosos de uma vez só quase em um plano único, como em sua primeira cena, uma ponta-relâmpago do Espantalho (Cillian Murphy), que também revela a necessidade de um novo traje para o herói.

Este é, por sinal, um dos aspectos mais fascinantes deste mundo criado por Nolan para o Batman no cinema: tudo tem um motivo para existir, cada mudança é uma conseqüência orgânica da trama. Como o fantástico Batpod, que surge em uma das cenas que deve arrancar mais aplausos da platéia. Ou o mergulho nas trevas de Harvey Dent, que é absorvido por sua cruzada contra o crime e torna-se um dos personagens mais ambíguos e fascinantes do universo do Morcego, o Duas Caras. Sua desgraça nunca é gratuita, e é empurrada por ações caóticas de um homem que testa não só os limites de Dent ou do Batman, mas também da cidade inteira. Ambivalência moral e os limites da sanidade num candidato a blockbuster do verão ianque é só uma das evidências de que, com O Cavaleiro das Trevas, Nolan mirou em criar um filme que transcende gêneros.

Gary Oldman é James Gordon

Gary Oldman é James Gordon

E que traz um ator no auge de sua habilidade, o que dimensiona ainda mais sua tragédia. Os fãs de Jack Nicholson podem começar a chorar, já que Heath Ledger criou o Coringa perfeito em qualquer mídia. Ele não é um palhaço, não é um sujeito que chama a atenção com gritos e caretas e risadas. Nas mãos de Ledger, o Coringa é um masoquista que pouco se preocupa com seu passado (ele inventa pelo menos duas versões durante o filme), um louco que provavelmente despertou de sua letargia quando Gotham foi tomada pelo Batman – e ele enxergou, finalmente, alguém digno de sua atenção. Os planos do Coringa vão além de dinheiro, além do sadismo sem propósito, além da ultraviolência que marca suas aparições. Como ele se define, é um cachorro que corre atrás do carro, mas não faz idéia o que fazer se o alcançar. Em sua loucura, porém, ele levanta um espelho que mostra quem nós somos e quem podemos nos tornar – e para onde a balança pende quando desespero e medo da morte entram na mistura. Ledger fez dele o anarquisra perfeito, e sua imprevisibilidade dá o tom e carrega o filme. Ao contrário de outros (ótimos) blockbusters como Homem de Ferro ou Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal, jornadas que trafegam em terreno familiar, o desfecho de Batman – O Cavaleiro das Trevas é uma incógnita a partir do primeiro segundo. Mas é um caminho que revela arquitetos da arte de fazer cinema travestido de entertainers. Estejam eles atrás das câmeras, sob o manto do Morcego ou em algum lugar inatingível, talvez observando seu legado e seu talento materializados num sorriso aberto com uma navalha.

53 Respostas to “Holy shit, Batman!”

  1. Daniel Escobar Says:

    Sadovski,

    Já faz alguns meses que venho acessando Kapow para procurar notícias sobre o novo Batman. Com a mesma disciplina que venho evitando sites que vêm publicando todo tipo de vídeos, fotos e informações que acabam com a magia da surpresa do cinema. Mais um artigo bem escrito de quem conhece, gosta de cinema e respeita os leitores. Parabéns.

    Daniel

  2. Alipio Says:

    Ufa. Fico feliz que nao haja spoilers nesse texto. E fico feliz que ele traduza toda a minha empolgação em relação a assisti-lo. Aliás, é um texto incrível como a propria revista raramente produz.

    Agora, uma dúvida: Será que a SET chegará as bancas antes do filme?

  3. Átila Peixoto Says:

    Roberto, desde que vi o Batman Begins nos cinemas descobri que o Batman estava em perfeitas mãos (nolan) e tinha o ator a altura do manto (bale), logo que acabou o filme e vi a carta do coringa minha cabeça explodiu.

    Mas ai veio a dúvida …… quem seria a altura do Coringa ? Sem muitos alardes chegou Ledger, ai pensei legal ….. mas vamos ver primeiro antes de bater palmas. Chegou a primeira foto do coringa já trajado, pensei …… PERFEITO.

    Sempre fui fã de batman, vi todos os filmes no cinema e tenho uma admiração grande por ele. Pelo fato de ele não ter poderes e mesmo assim isso não impedir ele de fazer coisas grandiosas.

    Alguns tratam o Batman como SUPER – HERÓI mas eu não vejo ele como SUPER HERÓI e sim como HERÓI alguém que não tem super poderes (de fato muito dinheiro).

    Este é o filme que eu estou esperando desde o final do batman begins no cinema, e acho impressionante um filme não só corresponder a tamanha espectativa mas como superar a mesma.

    Cuidado Marvel……. embora a DC não tenha um monte de filme dos personagens por aí, ela ainda consegue fazer frente as suas criações com apenas 1 filme já encaixotou (homem aranha 3, homem de ferro, hulk, x-men 3 entre outros) e deixa uma marca extremamente grande e espetacular.

  4. Rafael Medeiros Says:

    FODA é pouco para descrever o novo Batman, e eu to falando isso o ano todo.

  5. Luiz Says:

    Falar que o texto não tem spoilers, é querer fechar os olhos para um texto bem escrito. Há alguns aí, mas diria que são “amenos”.

    E afirmar que o Duas Caras é ambíguo é, no mínimo… curioso! heheheh

  6. Seraph_ZiNN Says:

    Muito bom o review…
    Mas Sadovski, to começando a ficar com saudades das suas críticas de quadrinhos. Principalmente do que você está achando de Crise Final e de Invasão Secreta.

    Abração.

  7. Tacianna Says:

    Ai… e dia 18 que não chega!

  8. joão paulo da silva Says:

    Cara to impressionado com esta critica do Sadovski,se for isso tudo o cavaleiro das trevas ja merece 10 logo de cara,e eu que ja imaginava que o filme seria bom,mas com essa atuação do coringa de Ledger o filme ja ganhou méritos de filme do ano e perigoso batman estar presente entre os filmes do oscar sem exageros.Até dia 18 em um cinema mais próximo,
    PARABÉNS a revista set pela ótima critica

  9. ANDERSON LUCAS Says:

    …SOU LEITOR DA SET A 17 ANOS !!! BOM ASSIM EU ACHO !!! FICO MUITO CONTENTE EM TER ”O CAVALEIRO DAS TREVAS COMO APERITIVO DA REVISTA” AGORA EU POSSO COMEMORAR OS 21 ANOS DE SET !!! POIS A EDIÇAO DE ANIVERSARIO DEIXOU A DESEJAR,NÃO SO EU DIGO,MAS TODA A TORCIDA DO FLAMENGO !!! BATMAN BEGINS DEIXO UM GOSTO DE QUERO MAS, AO CONTRARIO DE HULK DE 2003 !!! ENFIM A SET DE VOLTA AS ORIGENS !!! GRAÇAS A DEUS !!! MEUS PARABENS !!!

  10. Edgard Says:

    Por q 2008 ficou mais triste?
    Eu ficaria feliz de ter assistido a Cavaleiro das Trevas antes da maioria dos mortais….
    Que isso Sadovski?

  11. Rodrigo J. Perticarari Says:

    Excelente critica, que deixou minha ansiedade e expectativas la na PQP.

  12. Luciano Spinola Says:

    Galera quero saber se a SET já está nas bancas. Pois aqui em Brasília ainda não consegui comprar.

  13. joão paulo da silva Says:

    Luciano aqui em Uberlândia também não, to ficando louco.
    MG

  14. Ciça Says:

    Amei o texto!
    E assim como todos, estou super ansiosa para assistir a Batman. E também estou doida para ler a revista, mas mesmo sendo assinante ainda não a recebi. E já até liguei reclamando… Só espero que ela chegue antes da estréia do filme!

  15. joão paulo da silva Says:

    Consegui comprei a set
    e olha ta muito boa
    Batman levou 10

  16. Ronaldo Paiva Says:

    Tenho de admitir que o diretor Christopher Nolan me surpreendeu no bom Batman Begins. Ele foi corajoso em não fazer um filme de super-herói, mas de herói, como bem observou o Átila Peixoto. Mais: criou uma história de origem que ninguém teve coragem de contar até então, pegando até mesmo os maiores bat-fanáticos de calças curtas, com uma Gotham plausível, cheia de criminosos e mafiosos críveis. E conseguiu trazer um vilão excepcional como Râs A’l Ghul para dentro dessa realidade.
    Não foi pouco.
    Os filmes de Nolan, desde Amnésia, falam de obssesão. Mas não de uma obssessão qualquer e sim uma incontrolável, que invariavelmente levará o personagem a pagar um preço alto por essa mesma obssessão. Invariavelmente o herói (ou anti -herói, como no mesmo Amnésia ou no recente O Grande Truque) vence seus demônios no final, mas qual o legado de sua cruzada sem limites? No mundo de Nolan, o gosto da vitória é sempre amargo no final das contas… Se com os irmãos Coen o castigo é sempre maior que o crime, com Nolan o crime jamais compensa, mas combatê-lo também não… afinal, de que vale adianta o homem ganhar o mundo inteiro e perder sua alma?

    Agora vejo que não poderia haver um diretor mais perfeito para Batman.

    Também é notória sua preocupação em trazer verosssimilhança para seus filmes. Neles, há uma crença no racional por parte dos personagens, há sempre algo para ser solucionado e trazido até a luz. Além das motivações dos personagens, engrenagens e carros tem de funcionar de verdade (nesse sentido, o final de O Grande Truque é uma das coisas mais difíceis que ele já deve ter feito, e também uma tentativa de libertação).

    Fico imaginando como será filmar um personagem como o Coringa, então?

    Numa das frases do Coringa, que já ficou célebre antes de sua estréia, “vamos ver o que acontece quando uma força incontrolável encontra um objeto irremovível…”

    Dia 18 saberemos.

  17. Márcia Dantas dos Santos Says:

    UAU!!!!!!!! Agora que deu mais vontade de ver o filme ainda!!!! Estou até roendo as unhas, pensando nesse filme!!! O Nolan é um grande diretor mesmo, prova é como ele conseguiu levar Batman Begins de uma forma inesperada. Imagine The Dark Knight então, com o arquiinimigo do Batman??? E esse punhado de atores maravilhosos, como Christian Bale, Morgan Freeman, Michael Caine, Aaron Eckhart, e… claro, Heath Leadger, que só na maquiagem e nos trailers já impressionou a todos!!!! UAU!!! Que venha The Dark Knight!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  18. Cesar Adriano Says:

    Parabéns Sadovski, conseguiu me deixar mais ansioso. Pelo jeito o filme do Cavaleiro pode ser um divisor de águas no gênero, o que é muito bom, pois só aumenta o respeito por esse tipo de filme, convencendo de vez atores/diretos de Hollywood que se pode fazer bons filmes de HQ, e também quebra essa idéia de que filme pipoca não pode ser um pouco cabeça.

  19. JUNIOR RIBAS Says:

    COMPREI….YEAH……..COMPREI….COMPREI MINHA SET……
    CARA …TAVA SHOW DE BOLA…….
    FORA A CAPA(SET CONSEGUE FAZER MELHOR),AS MATERIAS DOS GRANDES FILMES DO MÊS(HANCOCK,BATMAN O CAV…)…
    TUDO OTIMO…
    PARABENS….
    COMO DISSE NOSSO AMIGO ANDERSON LUCAS….FICOU BEM MELHOR DO QUE A DE ANIVERSARIO….
    ABRAÇO E ATE A PROXIMA

  20. LostGuy Says:

    Caraca, Sadovski, jura que O Cavaleiro das Trevas pode ser comparado a O Poderoso Chefão, Os Intocáveis e Fogo Contra Fogo? Na boa, eu sou fãzaço do Batman e nada me daria mais prazer cinematográfico do que ver um filmaço policial tendo ele como protagonista. Mas, não sei se por tudo que já fizeram com ele, não consigo imaginar o filme indo além de um bom filme de ação com uma dose intimista, como foi Begins.

    Bom, sexta-feira tá chegando. Tomara que seja tudo isso mesmo!

  21. junior ribas Says:

    estou passando por aqui para divulgar minha comunidade no orkut-“Roberto Sadovski é fera”
    em homenagem ao nosso “respeitadíssimo”diretor de redação
    abraço e até agosto

  22. Magno Says:

    DISCORDO COMPLETAMENTE da ÁTILA, a MARVEL não vai perder o posto de MELHOR EDITORA/ESTÚDIO para a DC não! “Batman: O Cavaleiro das Trevas” vai ser um excelente filme sim, mas nem por causa disso a MARVEL corre esse “risco”! Pode perguntar para qualquer criança: conhecem mais o Homem-Aranha do que o Batman (que gosto muito). Se fosse para escolher entre MARVEL e DC, ficaria com a MARVEL: DC só lançou até agora Super-Homem e Batman; nem vo contar quantos a MARVEL lançou, pois são muitos! E espero com muita ansiedade o novo (e melhor) filme do BATMAN, e PARABÉNS SET pela revista, tá melhor do que nunca!!!

  23. Helton Says:

    Magno discordo completamente, é muito facil comparar um personagem basicamente infanto-juvenil, com um personagem mais denso, mais não menos popular.qualquer criança conhece o homem-aranha?meu deus o batman e o super-homem são os herois mais icônicos do mundo, em qualquer lugar do planeta se reconhece o morcego e o “S”personagens que são populares desde a sua criação a setenta anos atras.São a base de qualquer heroi moderno,e convenhamos a marvel esta ganhando, porem com um monte de projetos mediocres,vide motoqueiro-fantasma,demolidor,o justiceiro,quarteto fantastico 1 e 2,elektra,o incrivel hulk(o de ang lee, bem melhor) e homem-aranha3, que só fez sucesso,devido a boa aceitação dos outros dois. BATMAN é o heroi da midia de todos os tempos, o seriado mais assistido,o desenho animado de bruce tim,o maior carro do cinema,os melhores e mais populares viloes das dez maiores e melhores historias das hqs quatro do batman sempre estao nas listas( o cavaleiro das trevas, asilo arkhan,a piada mortal,ano um) o longo dia das bruxas premiadissima,ai se pergunte como um personagem tão denso, tão complicado psicologicamente e com uma historia tão tragica pode ser tão admirado pelas gerações? fora que ele não tem o apelo das cores “made in USA”(ok, o super se encaixa nessa).Só que depois de tanta coisa ruim que fizeram com o morcego, da decada de 60 ao rumor de ser gay,ate schumacher em 90, o morcego esta mais vivo do que nunca provando sua popularidade,prometendo quebrar recordes e mais recordes gerando discussões, sendo classificado por grandes criticos como uma obra-prima, trazendo o vilão, que pela critica especializada esta sendo considerado maior e melhor ja visto no cinema, nunca um filme foi tão comentado na historia. É, mais uma vez, como em todas as midias,BATMAN será o divisor de aguas.

  24. ANDERSON LUCAS Says:

    ASSISTI HOJE NOVAMENTE ‘O PATRIOTA’ HEATH LEADGER ESTA BRILHANTE JUNTO AO MEL GIBSON,PERCEBI ALGO MUITO REMOTO EM RELAÇÃO AO FALECIDO ATOR ,TÃO JOVEM !!!POIS AO VER A CENA EM QUE ELE E ATACADO COVARDEMENTE ME FEZ PENSAR E ANALISAR VARIOS FATOS ,E DE DOER O CORAÇÃO!!! POIS ESPERO QUE HAJA ATENÇAO DA ACADEMIA PERANTE A ATUAÇÃO DESSE GAROTO,ESSE RAPAZ FEZ O MELHOR …. O MAGNIFICO CORINGA DE TODOS OS TEMPOS !!!

  25. Edgard Says:

    Vamos fazer figa por uma indicação ao Heath…. seria merecido, e seria um passo importante rumo ao fim do preconceito da Academia por filmes de Ação/Aventura, que só levam prêmios técnicos… depois do grande passo dado por O retorno do Rei, espero que Batman TDK seja tudo isso que estão alardeando, e possa realmente ser um divisor de águas nas adaptações de HQ (e que venha Watchmen!..), pois a Marvel tá merecendo uns puxões de orelha, e nada mais justo que um dos mais icônicos heróis do mundo (nisto vou ter que concordar com o Helton, pois os clássicos da DC: Flash, Batman, Capitão Marvel, Mulher Maravilha, Super Man… são os heróis mais conhecidos da grande massa, mesmo que hoje não vendam tanto quanto Homem Aranha ou X-Men) faturar alto e provar que filmes baseados em HQ podem e devem ser apenas isso: baseados nas HQs, respeitando o material original, mas sendo um filme de verdade, coisa que a Marvel Produtora precisa aprender, pra que não venham por ai mais produtos como Homem Aranha 3 e O Incrível Hulk…
    É isso.
    Não sou do fã do Batman das HQs (exceto algumas boas histórias…), e sempre achei um desperdício os filmes feitos com o personagem, até surgir Begins e ser quase tudo o que um filme de Batman deveria ser… mas faltava sombras… mais treva naquele universo… e faltava um certo sorriso maligno… Que bom que TDK tem isso… não vou aguentar até amanhã… E que pena que o Heath nõ pode voltar para uma continuação… algo como Asilo Arkhan ia ser fenomenal…

  26. Magno Says:

    Pode ser que você tenha razão Helton, mas ainda continuo com o meu pensamento sobre a DC e a MARVEL! É questão de “gosto”, e “gosto” cada um tem o seu! Não quero dizer que o Batman não seja ruim, pelo contrário, ele é um excelente herói, mas sou mais a Marvel do que a DC! Mas valeu pela seu comentário!

  27. Massoto Says:

    Lá vou eu levantar a polêmica de novo…
    Na briga Marvel vs. DC no cinema, eu acho que a DC dá de 1000000 a 0 na Mervel, porque a DC preza qualidade e Marvel, quantidade. A Marvel só quer os cofres cheios e a DC se preocupa em entregar bons filmes. Tanto que temos os dois Batman, V de Vingança, Supeman (que não foi tão bom, mas foi melhor que muito filme da Marvel), enquanto do outro lado a gente tem Elektra, XMen 3, Homem-Aranha 3, Demolidor, Quarteto Fantástico 1 e 2, Hulks, enfim, quase tudo que a Marvel lança não vale a pena. Os únicos que me vêm a cabeça que prestam são Homem-Aranha 2, Homem de Ferro e X2, mas a balança pesa muito mais pro lado do pior. Em suma, eu não respeito a Marvel nem um pouco nos cinemas.

    Agora queria registrar minha indignação com o povo que dá os títulos aos filmes que vêm pro Brasil. É claro, eles nunca acertam, mas o Chris Nolan disse desde a pré-produção que não queria o nome do Batman no titulo do filme, e o que o Brasil fez? Eu sei que não é nada que vá mudar o mundo, mas prova que as distribuidoras continuam tratando o público como idiota, achando que não somos capazes de olhar o cartaz e adivinhar que é a continuação da Lenda do Cavaleiro sem Cabeça.

  28. Helton Says:

    O importante Magno, é que nos que gostamos de hq’s e cinema estamos sendo brindados com varias adaptações de nossos personagens favoritos,seja da marvel ou dc.

  29. Valdir Agostinho de Oliveira Says:

    Hoje é meu aniversário. Não vai ter festa, mas vai ter Batman-Cavaleiro das Trevas. Acho que pra mim já basta! HAHAHAHAHA

  30. Gerson Says:

    Acabei de ver o Cavaleiro das Trevas. Nossa é mesmo um carrossel de emoções à flor da pele. O legal nesse filme é ele ser um filme e não uma ransposição de uma HQ. Como o roberto disse é um filme policial com uma trama que desfia de forma elegante a origem da insanidade e até que ponto talvez possamos chegar em uma situação extrema. E esse é sem duvida o melhor filme oriundo de uma HQ que eu já vi. Assiti a todos os filmes de quadrinhos e esse não só é o mais bem construido como o que tem as melhores atuações. Infelizmente não veremos Heath Ledger novamente na pele do melhor vilão de todos os tempos, na atuação mais intensa que eu já vi, mas com certeza essa é a sua despedida no topo.

  31. Rodrigo Says:

    Valdir,
    Assistir ao filme foi seu maior presente ! (rs) O filme é realmente sensacional, pena que a organização do Cinemais em Uberlândia-MG deixou a desejar com filas que “cresciam para os lados” e demora na liberação da sala.

  32. Magno Says:

    Tem razão Helton!!! Só aqui no blog que encontro pessoas que gostam de HQ’s e cinema, pois meus amigos não são muito achegados em HQ’s que foram pros cinemas, tem alguns e outros, mas é raro…. HUDUHADUAS

  33. Magno Says:

    O fato é que a briga entre a MARVEL e a DC nunca vai acabar; sempre vai haver pessoas que gostem da MARVEL e outras que gostem da DC! É como eu disse: é questão de “gosto”!

  34. Helton Says:

    É isso ai Magno!!essa disputa é saudavel,e quem ganha somos nós.

  35. Michael Says:

    Batman Begins e O Cavaleiro das Trevas fazem a gente esquecer dos outros filmes do Batman. Esquece os longas do Tim Burton e Joel Schumacher. Christian Bale é a versão definitiva do Batman.

  36. LostGuy Says:

    Vi o filme ontem, duas vezes, e não, ele não superou minhas expectativas, mas foi tão bom quanto eu achava que seria (o que já é um feito enorme, porque eu vi os trailers não sei quantas vezes, participei da campanha viral e, com a superexposição das notícias sobre o filme, fiquei sabendo sobre um ou outro spoiler, mesmo contra a vontade). É um filmaço policial em que só por acaso o herói se veste de morcego.

    E que final foi aquele… não consegui deixar de sentir um arrepio nerd com aquela cena final.

  37. Efraim Says:

    Realmente, filme é tudo isso que dizem, o que é ótimo!!! Visitem http://efraimfernandes.blogspot.com/

  38. joão paulo da silva Says:

    vou la hj me aguardem………………………………

  39. J.B.Ribeiro Says:

    Assisti o filme duas vezes e ainda não consegui matar a vontade de vê-lo novamente! É realmente incrivel o que fizeram os irmãos Nolan neste roteiro, e olha, não tenho a certeza, mas há uma leve pista, talvez nao passe de uma busca por mais batman, o quanto antes, mas entre uma conversa entre Jim Gordon e uma mulher da sua equipe, senti uma leve impressão de que o destino misterioso que pode ou não vir a acontecer com o proximo filme, teremos talvez uma vilã. Talvez seja loucura minha, mas o comentario no filme não parece ser em vão, como o proprio Nolan fez questão de mostrar em sua trama, aonde nada é por acaso, há sempre um sentido.
    gostaria de uma segunda opinião, se for possivel, se for notado por mais alguém, e que venha mais e mais cinema de qualidade!

  40. edgard Says:

    E eis q TDK bate o recorde histórico do Spider Man….
    Seria coinscidência? Ou até q enfim a DC dá um tapa de verdade na cara da Marvel….
    Comecei a ver uma luz no fim do túnel…. veremos o morcegão no topo das bilheterias mundiais? Teremos um novo fenômeno?
    Espero q sim…. E será q toda essa mobilização vai culminar num certo homenzinho de ouro? Quem sabe… Começo a ter esperanças…
    Já é o melhor filme do ano… e vai ser o maior…

  41. Sérgio Spina Says:

    Sim, fascinante!!!
    É com o mesmo fascínio de Sadovski, latente nessa matéria, que escrevo o meu comentário. Falta a habilidade do jornalista em mim. Mas sobra o contentamento, a inspiração com a sétima arte que nos toma com esse filme de Nolan. O filme é maravilhoso. Inspira. Artigo primeiro que a arte pode produzir. Vivenciei um espetáculo extraordinário de técnica, contemplação e reflexão. E o que surpreende: “não sou fã do Homem-Morcego. Quer dizer, não era. Vida longa a esse cinema. Viva!!!

  42. Fábio Says:

    O Filme tem um defeito…. Dificilmente sera superado!!!
    Heath Ledger humilhando o Jack Nicholson a cada cena de seu Coringa(O melhor vilão criado nos quadrinhos e agora sim tambem nos cinemas) já vale cada tostão gasto!!!

  43. joão paulo da silva Says:

    Nossa voltei e estou sem palavras;o que posso dizer se não fantástico,espetacular,abslutamente insano,digno de ficar pra história,obra prima.Todos esses adjetivos são pouco para descrever o melhor filme do ano,eu não sou um fã obcecado,mas devo dizer que o cavaleiro das trevas é o melhor filme que eu ja vi.Sua bilheteria nos EUA foi incrivel,mas não tenho certeza se vai acontecer o mesmo no mundo.Sobre o filme, Cristian Bale ta perfeito como o batman,Aaron Eckhart trabalha muito bem e faz de duas caras um vilão com sentimentos,Michael Caine,Morgan Freeman,Gary Oldman fazem seus personagens ficarem ainda mais marcantes e por último Heath Legder, o melhor vilão de todos os tempos,o melhor personagem do filme,a grande perda do ano,a voz por tras do coringa que já esta na galeria dos melhores atores de todos tempos faz de O cavaleiro das trevas o melhor de todos os filmes do ano.10/10

  44. bruno Says:

    vc esta sendo muito comentado no blog do zeca camargo
    gostaria de sabe se a resposta que tem lá é sua?

  45. França Says:

    Sou muito fã do Batman, mas passei a gostar mais quando assistir por 20 vezes o Batman Begins, imaginando como seria o Batman The Dark Knight, mas quando o James Gordon da a carta do baralho para o Batman ´pensei que iria acontecer a mesma coisa, até então que comentavam que iriam mostrar como o coringa havia ficado daquela forma, sendo que uns dos inimigos do Batman mais temido por todos, acho por sua sanidade mental, falando nisso é perfeito com Heath Ledger interpreta o personagem do coringa ele acabou eternizando o mesmo. Então voltando para a deixa, acabou não acontecendo o que muita gente esperava.
    Será por que as pessoas estão acostumadas em vê sempre Batman vencer, ou então, que o mundo dos quadrinhos mostra o Batman, herói e o coringa malvado, mais não tem como saber dessas informações. Só sei dizer que gostei muito do filme e gostei muito da atuações tanto do Christian Bale como Batman e como Heath Ledger como coringa, foi uma dupla perfeita, embora um sendo o queridinho, e outro sendo vilão, mas como adoro vilões acabei gostando tanto das duas interpretações.
    Pena que vamos deixamos de ter mais um grande ator promissor. E uma pena que o Ledger não tenha agüentado o que nos fichemos em agüentar que é a vida nesse mundo de transtornos de modo geral.
    O coringa tem razão, quem saca sacou!

  46. junior dsr Says:

    Sabem de uma coisa…
    como qualquer ser humano normal fui ver TDK por saber que ia ser o melhor filme do ano,por gostar do personagem,por ler SET….
    Mas o principal motivo…foi pra ver Heath “coringa” legder…
    e sabem de uma outra coisa…e nao me decepcionei nem um um pouquinho….
    ele merece o oscar….merece muito mais…ou melhor merecia…
    aonde ele estiver….heath….vc é foda!!!!!!!!!!!

  47. Edgard Says:

    Ei Sadovski…. o que houve?
    Você está vivo ainda?
    Ou 2008 ficou tão triste que resolveu deixar para escrever alguma coisa só em 2009?
    Kd as atualizações no Kapow?
    Nenhuma novidade pra gente?
    Julho vai ser pior do q Junho em atualizações…. vc nos abandonou…

  48. Edgard Says:

    Ei Junior…. q negócio é esse de merecia?
    Reconhecimento por um trabalho, ou melhor, por um bom trabalho, nunca é tardio, mesmo q infelizmente seja um reconhecimento póstumo.
    E te garanto q um dos maiores atores do novo milênio, e uma das mais arrebatadoras atuações da história do cinema moderno merecem reconhecimento, mesmo porq infelizmente não teremos mais amostras de todo o talento q se perdeu com essa morte tão cruel e prematura.
    Confesso q não entendia por q o Sadovski começava seu texto dizendo q o ano ficou mais triste, mas agora começo a compreender.
    E digo mais… o cinema de modo geral acaba de ficar mais triste, pois é impossível vislumbrar até onde o potencial e o talento desse cara poderia ter sido explorado. O Coringa seria apenas um começo, um novo patamar em sua carreira. Mas as veredas da vida são misteriosas… e as vezes cruéis. Que bom q teremos uma risada para lembrar, e duvido q esqueceremos tão cedo. Longa vida ao Coringa!

  49. Sempre Livre Says:

    Hum…disseram que dia 23/07 (hoje) seriam divulgados os nomes dos vencedores da promoção relâmpago “O Cavaleiro das Trevas”, e até agora nada…será que vcs vão deixar a gente aflito até o fim da tarde (ou noite, já que redação parece só funcionar qdo o sol se põe…)?

  50. Luis Felipe Says:

    Pela acepção correta da palavra, O cavaleiro das trevas é sim uma ADAPTAÇÃP, pois incorre em uma verdadeira transformação do universo do personagem, e não em uma mera TRANSPOSIÇÃO, prática tão mais comum no gênero dos super-heróis.

  51. Luis Felipe Says:

    Pela acepção correta da palavra, O cavaleiro das trevas é sim uma ADAPTAÇÃO, pois incorre em uma verdadeira transformação do universo do personagem, e não em uma mera TRANSPOSIÇÃO, prática tão mais comum no gênero dos super-heróis.

  52. T.R.Freitas Says:

    Meus deus, eu fico imaginando como a vida pode ser tão cruel em interromper um futuro brilhante deste ator – Heath Ledger – eu nunca tive tanto medo do coringa.

    Concordo plenamente com as comparações a clássicos como ‘Fogo Contra Fogo’, porque é o q TDK é, um drama policial e político, que nos desafia a encarar a realidade de q nós seres humanos nunca seremos heróis, mas sempre teremos ‘a chance’ de sermos vilões. Harvey Dent que o diga…

  53. Daniel Magalhães Says:

    Junto com a do Pablo Villaça, a melhor resenha de TDK entre todas! Digna do melhor filme de todos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: