Acelera, Speed!

Às vezes se ganha, às vezes se perde. Speed Racer estreou mundialmente na última sexta-feira, 9 de maio, para resultados, segundos “analistas” e, claro, o próprio estúdio que o bancou, “decepcionantes”. Na bilheteria ianque, estava cabeça a cabeça com Jogo de Amor em Vegas, comédia com Cameron Diaz. Voaldo alto e na frente de ambos, Homem de Ferro, que caminha para se tornar um dos dez filmes de super-heróis de maior bilheteria da história (e abre as portas para Thor, Capitão América e Vingadores…. e também para Power Pack, Starlord, Werewolf by Night e é melhor parar antes que eu fale demais…). Que lição tiramos disso? Uma só: a que esse jogo é imprevisível.

E só.

A bilheteria de Speed Racer – ou “o primeiro grande perdedor do verão”, como alardearam muitos sites por aí -, só indica que o filme falhou em encontrar o público disposto a imergir num mundo fantástico, irreal e absolutamente apaixonante. Sim, porque Speed Racer é um triunfo. É um espetáculo visual que usa da tecnologia mais avançada que o cinema dispõe para contar uma história. No fim das contas, é a história de uma família que os irmãos Wachowski desfilam em pouco mais de duas horas de filme. E é a história de um garoto que vive pela velocidade.

Na verdade, não só um garoto. No universo paralelo em que vive Speed Racer, existe uma devoção quase religiosa de todo o planeta para acompanhar as corridas mais surreais que o cinema já criou. É um mundo que não obedece nossas leias da física, um mundo colorido e vibrante que, quando se estabelece em nosso cérebro, nunca pára de surpreender. Speed Racer aponta para o futuro sem nunca esquecer que, por trás de todo o verniz e de toda a arte tecnológica, existe uma história.

E os Wachowski contam essa história. Simples, até, que pode ser acompanhada sem problemas pela petizada – público-alvo do filme, embora um monte de marmanjos insista que o cinema é só deles e ponto final. É sobre um corredor talentoso, que vive à sombra do irmão morto, disposto a enfrentar, atrás do volante de seu carro fantástico, um mundo feito de corrupção, intriga, traição e dinheiro (talvez a única semelhança do mundo de Speed Racer com o nosso). São motivos puros, que é possível, tenham encontrado resistência na platéia cínica de hoje. É possível, mas azar de quem gosta de cinema e deixa de ser um espetáculo como Speed Racer na tela grande.

O mais surpreendente, no entanto, foi a campanha pesada contra o filme empreendida antes mesmo de sua trama ser conhecida. Desde que o primeiro teaser ganhou a internet, o filme dos Wachowski tornou-se sinônimo de artificialismo, de tudo que pode estar errado com o cinema hoje – quando a realidade não poderia ser mais oposta! Mas é impressionante como os “fãs” – principalmente a geração atrás de um mouse – “analisam” um filme antes de ele estar pronto. Escarafuncham cada vírgula de um “roteiro” sem fazer idéia de como é a mecânica de um roteiro. Hostilizam a tecnologia e a criação de um mundo colorido e decididamente artificial como se isso determinasse o fracasso de um filme. E, o mais absurdo, desdenham de Speed Racer porque “ele parece um desenho animado”. Ora, é um desenho animado! Com gente de verdade! E com um par de mentes criativas em seu leme que o cinema só cria de vez em quando.

A bilheteria ruim de Speed Racer? Quem dá a mínima, a não ser as pessoas contando as moedinhas? O que importa é o filme, é o espetáculo. Que, se você ainda hesita em conhecer no cinema, não sabe o que está perdendo. A temporada de verão ianque começou a mil, com dois “produtos” – Homem de Ferro e Speed Racer – que representam o melhor que o dinheiro pode pagar. E é só o começo – em uma semana volto aqui para falar de um certo Dr. Jones.

Tags: , , , ,

18 Respostas to “Acelera, Speed!”

  1. Edgard Says:

    Bem…. nem sei o q dizer depois dessa declaração de amor aos Wachowski… nossa…. fiquei até emocionado….
    Não entendi o fracasso de Speed na estréia, ficando atrás até de uma comédia sem grande apelo com a Cameron e o Ashton…. (eca….)
    Porém o que rolava na internet (fotos, traillers, etc…) não empolgava muito…
    E ainda mais depois das continuações de Matrix, que são capazes de fazer qualquer um deixar de ir ao cinema… ou preferir assistir outro filme, que não tenha a assinatura dos culpados por aquela blasfêmia (se os caras conseguiram acabar com a própria obra, o que poderiam fazer com a dos outros?)
    Concordo com a maior parte do que foi dito no texto acima, com relação ao pré-julgamento, e a forma como muitos cinéfilos de hoje usam a internet e a facilidade no acesso a informações para condenar filmes antes mesmo de assisti-los, o que de toda forma não é lá muito correto….
    Porém, neste caso especificamente, confesso que pode até ser benéfico….
    Os Wachowski são gênios, isso já provaram quando fizeram Matrix, e podiam até se aposentar depois daquilo, mas deixaram o ego inflar demais, e tá na hora de experimentarem um pouco da realidade… e baixar a bola um pouco…
    Mas não acho Speed Racer um filme pra tv…. é filme pra cinema…. e por isso não deixo de assistir nem se o tio Sadô falar que é ruim…..

  2. Luciano Spinola Says:

    Sou fã do desenho e dos Wachowskis e, desde que vi o trailer fiquei fascinado pela obra. “Speed Racer” é maravilhoso.

  3. Alex Sandro Alves Says:

    Serei bem sincero com vc Sadovski… Não gostei nem de ‘Homem de Ferro’ nem de ‘Speed Racer’… De fato não são ruins, mas estão longe de serem a maravilha que vc’s (que gostaram dos filmes) dizem…

    ‘Homem de Ferro’ precisava ser mais radical, mais pesado como sua trilha musical e menos cascateiro… Suas personagens e situações foram mal desenvolvidas… Principalmente (o bom ator) Terrence Howard que é apenas o melhor amigo e nada mais… Sem falar nas nadas impactantes ou surpreendentes sequências de ação… O embate final é decepcionante… Foi salvo pelo humor…

    Com ‘Speed Racer’ aconteceu algo semelhante… Seu “trunfo” a tecnologia CGI é espetacular até cansar o espectador… Chega um momento que nada daquilo tem mais efeito… Além de soar falso por demais… Quando chega o grande momento que é a última corrida ela já perdeu todo o impacto por não apresentar nada que já não tenhamos visto… E mais uma vez o humor salvou o projeto… Gorducho e seu fiel companheiro (o macaquinho) é sinônimo de diversão e boas risadas…

    Por mais que ele tenha me desagradado em certos pontos, se você pretende ver o filme, o veja no cinema… Não deixe pra vê em DVD… Não será a mesma coisa… Com certeza que não…

    É visível que vc se decepcionou com a bilheteria do filme e seu “fracasso” já que é um admirador do filme… Também fiquei assim com o sucesso de ‘Homem de Ferro’… Tinha certeza que o filme fracassaria…rs!!!

    Um grande abraço…

  4. Átila Peixoto Says:

    Grande Roberto. Primeiro sou seu fã ! Passei a curtir ler colunas depois que li a sua coluna no site da Herói. Concordo plenamente com tudo o que você disse.

    Eu vi tanto o Speed Racer, quanto o Homem de Ferro gostei muito dos 2.

    Sobre o Speed Racer muitas pessoas que eu conheço ficavam dizendo “ahhh é forçado”, “ahh é mentiroso” todos aqueles ahh isso ahh aquilo diziam isso antes mesmo de ver o filme e muitos sem conhecimento do desenho.

    Como fazer um filme realista sobre um garoto que dirige um carro que: Pula, infla pneu do nada e ainda tem 2 serras para cortar o que estiver na frente sendo realista ?

    Creio que seria rídiculo fazer um filme de speed racer, tentando passar para o telespectador o sentido de realismo por isso os Irmãos “Matrix” adotaram a atitude correta (na minha opinião). Eles sabem que não fizeram um filme para ser realista e passaram a fazer algo que sabem muito bem: criar mundos, com muito estilo.

    Acho que o filme ficou maravilhoso, muito bonito de se ver e a última corrida para mim foi muito empolgante ! Speed Racer é um filme que se assume totalmente “irrealista”.

    Pena que muitas pessoas tem esse preconceito de: realista ou não. Agora que eu vejo que muitos querem ser o novo “Batman Begins” ou “Identidade Bourne” justamente por terem esta pegada irreal realista e etc… e começou o preconceito por aquilo que sabemos de ante mão que é irreal. Talvez por isso muitas pessoas não foram ver o filme.

    Acho que é uma pena, como o nosso amigo acima disse tem que ver no cinema pois assistir em dvd não vai ser a mesma coisa que no cinema.

  5. ANDERSON LUCAS Says:

    Meu caro Roberto…realmente eu ja esperava tudo isso de SPEED RACE,foi muito misterio e barulho a troco de nada!!! A era dos quadrinhos e desenhos da decada de 60,não desmerecendo o trabalho todo dos irmões ”matrix”,deveria sim ! ter um outro diretor,tudo bem que speed race seja bem atualizado,mas as pessoas aguarda no cinema algo tipo mas real desses tipos de adptações!!! e a pura verdade,eu sou fã do desenho, mas do filme eu não gostei mesmo!!! foram 17,00 reais jogado no lixo!!! muita fantasia a troco de nada!!!” se fosse”Narnia e o principe de escarpim”voçe ja entra no cinema preparado para aceitar,pois a fantasia acaba virando realidade,voçe sabe que e verdade ,viu o Senhor dos Aneis!!! nada acontece por acaso,o que acontece e que o olho cresceu muito e deu nisso,poderia ter sido bem melhor,meu filho de 12 anos não gostou,por ele sairia bem antes de terminar o filme,e ele curte muito o desenho,enfim eu não recomendo nem para dvd…mas pelo trabalho dificil e muitas pessoas envolvidas,pode ser que alguem tenha do! mas na realidade ou fora da realidade o filme não e bom!!! ja o ”’homem de ferro ”’ pelo menos não engana ninguem,e tudo ficção,mas mexe com a realidade da vida e da mente,quem não queria ser ”homem de ferro”ou bater no peito e dizer ”eu sou o homem de ferro”,afinal …vai ser muito dificil pegar o ”cabeça de teia” mesmo assim ainda e bem melhor do que ”speed race” um abraço.

  6. Alex Sandro Alves Says:

    Li hoje a crítica do filme publicado na SET desde mês de autoria de André Gordirro… Leiam… Faço dele as minhas palavras… Um grande abraço…

  7. neto Says:

    Não vi o filme. se bem que nem pensava em ir, mas agora fiquei curioso. O mal de filmes assim, quando fazem filmes para recém-adolescentes (ou tweens) é que os produtores se esquecem que tudo que lembra infantilidade ou inocência é rejeitada pela maioria dessa turma. Ainda são crianças, mas não querem ser tratada como tais. Comparando, essa turma é a que mais gosta de jogos violentos mas passam longe do Super Mario. Tenho uma filha de 11 anos e ela nem quer passar na frente de desenhos da pixar (que eu adoro), mas é doida pra ver jogos mortais.

    Se o enredo fosse exatamente igual, com todos os absurdos da física e as cenas de ação, mas com uma estética “escura” e sombria, o filme renderia muito mais.

  8. Cristhiano Says:

    O maior de todos os pecados cinéfilos, é escolher não ver um filme ou falar mal dele antecipadamente pelo que leu na internet ou porque já tem algo contra algum ator, diretor, ou origem do mesmo como livro, game, anime. O pessoal que hoje critica os Irmãos Wachovski pela sequencias de matrix, são os mesmos que ficaram maravilhados com elas na época de lançamento dos filmes, que na minha concepção são perfeitos com excessivos efeitos em cg e tudo.
    Speedy Racer e Homem de Ferro são realmente cinema de qualidade, uma amiga minha disse que não queria assistir o HF consegui convence-la e depois ela me agradeceu disse que não tinha gostado do trailer mas o filme era ótimo.
    Sou fã de animes e como a febre de Hollywwood no momento é adaptá-los estou ansioso para ver como vai ficar Akira afinal a trama tem corridas e perseguições tão espetaculares quanto Speed, e um mundo pós-apocalíptico tão colorido quanto o mesmo, resta saber o efeito que o filme dos Wachowski tera sobre seus produtores.
    Assim como o Homem de Ferro abriu as portas definitivamente para os filmes do Thor e Capitão América, e um aguardado Vingadores para bater de frente com A Liga da Justiça, que espero não transforme-se simplesmente num Super Amigos, apesar que um filme levado menos a sério, com boa dose de humor como o Enfoque de Super Amigos seja divertido.

  9. Maurício Says:

    Só fico triste da bilheteria não ter sido boa porque diminui bastante a chance de ter uma sequência. Mas achei brilhante o filme. Como vc mesmo disse, azar de quem não viu…

  10. Fenando Says:

    Somente gente com a mente acostumada ao ranso de Hollywood não gosta de Speed Racer. É um filme maravilhoso! Parece que estamos diante de “um novo Blade Runner”, incompreendido em sua época, que depois vai virar cult. Hollywood cria seus espectadores-zumbis e quando é lançado algo revolucionário, que foge ao arroz com feijão, esses zumbis reclamam. Ponto pra quem entende de cinema de verdade!

  11. Anon Y Mus Says:

    Meu Deus, esse filme é horrível! Muitas pessoas sairam do cinema durante a sessão. Tudo bem o filme ser surrealista e colorido, não é essa a questão. O filme é tosco porque é chato mesmo, chato que dói. As pistas cheias de luzes são confusas, e é um filme parado demais pra algo que supostamente deveria ser sobre corridas. Os Matrix Brothers erraram de novo, não importa o que vc diga.s

  12. Paulo Rodrigo Says:

    Como estudante de cinema e amante dessa arte, não poderia concordar mais com seu artigo, Roberto.
    Você foi extremamente feliz ao pontuar a falta de “vontade de imersão” por parte de público e crítica, que é exatamente o ingrediente necessário para transformar Speed Racer numa experiência tão fantástica.
    Temo que não teremos a chance de ver uma continuação desse filme, que seria mais do que mercida.

  13. ANDERSON LUCAS Says:

    ……..Roberto e muito enjoado mesmo!!!! se fosse bom mesmo não seria tão pessimo de audiencia!!!! infelizmente!!! a voz do povo e a voz de Deus neste caso por exemplo!!!! muito triste….mas o negocio e muito chato mesmo!!!! o desenho não tem comparação com essa bomba!!! dinheiro perdido!!! eca!!!!!

  14. Claudinei Maciel Says:

    Sobre esse filme eu prefiro nem falar, mas há anos venho observando que o jabá está firme nesta indústria, pois TODOS os filmes são maravilhosos!!!. Acho que cada filme deve encontrar o seu nicho, mas tb não se deve achar que todo mundo que vai no cinema vai ver videogames filmados… Torno a dizer, o CGI é a maldição do cinema atual. Qualquer um que fazer um efeitinho bacana é o novo gênio e qualquer filme com um Morph, ou algo parecido é uma obra prima. Tenham dó!!!

  15. Carlos Says:

    Notaram que o gorducho de macacão parace com o Super Mario Bros ? Só faltou o boné.

  16. Bernardo Luvizotto Says:

    Mach 6? Uma lástima… Adoçaram a boca dos fãs de Speed com um pouquinho de Mach 5 pelo menos…

    Fui com grandes expectativas mas mesmo com meu gosto por novas tecnologias, foi excessivo o aspecto computarizado do filme, foi exagerado.

    Como fã, não gostei.

  17. Constâncio Says:

    O filme é ótimo, vale a pena assistir, os efeitos são enfeite de uma trama bem desenvolvida, cheia de reviravoltas e lotada de personagens interessantes.

  18. Edgard Says:

    Um filme que não sabe nem a que público se destina tende a ter esse destino: não agradar a nenhum.
    Uma pena… um bom filme, perdido em exageros e efeitos (alguns absurdamente reais e impressionantes, outros meia boca…) e num clímax q não empolga…. as corridas são tão irreais e sem emoção que deu até saudades de velozes e furiosos…. pelo menos os rachas empolgavam…. ponto para o elenco, que está maravilhoso, e sinal de alerta p/ os irmãozinhos…. o ego dos dois engoliu o filme…. com uns 30 minutos a menos seria um filme melhor e mais ágil….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: