Mudança – Parte 1

sexta-feira, 3 abril, 2009

Primeiro, novo Kapow! A partir de agora, meu blog sai dessa casa, a gente muda as janelas, a decoração e o papel de parede. Para ver o novo Kapow!, siga para http://fiztv.uol.com.br/blogs/kapow/ - e, no mais tardar semana que vem, para o sadovski.com.br.

Lindo? Ótimo. Segundo, a SET. Mudanças, como eu disse, estão a caminho. A edição de Abril chega em breve às bancas. A de Maio… ora bolas, em Maio! Assim que eu tiver updates, aviso por aqui. Mares turbulentos estão ficando para trás.

Enquanto isso não acontece, Kapow! passa a ganhar um volume maior de atualizações, e isso é só o começo. Aguarde mais e mais novidades pela frente. Vejo vocês lá no http://fiztv.uol.com.br/blogs/kapow/

Ainda o(s) melhor(es)

quarta-feira, 1 abril, 2009

Eu sei, eu sei, você deve estar de saco cheio de ouvir a mesma ladainha sobre as mudanças em SET, o site, etc. As coisas mudam – e, às vezes, demoram. SET está enfrentando a maior mudança de suas duas décadas de existência, para continuar a levar até você o melhor do cinema mundial. Uma coisa é certa: SET, só como revista, não cumpre essa meta. Mas prefiro não colocar em prática nada que seja minimamente tosco, a idéia é sempre ser o melhor – até porque você, leitor, exige isso. Os contantes atrasos da revista nas bancas infelizmente é reflexo deste movimento, do aumento do fluxo e da implantação de um sistema melhor para que você tenha a melhor SET possível em mãos. Para o pessoal que comenta cada post jurássico em Kapow!, uma garantia: eu leio cada um deles, só não consigo respondê-los aqui. É bom começar o debate em Kapow! e é ainda mais bacana continuá-lo online em outras redes sociais – Orkut, Facebook, Twitter, você pode me encontrar em todas elas.

Uma mudança que é para logo, provavelmente até o fim da semana que vem (pelo menos foi a garantia) é a mudança de casa de Kapow!, que deixa o site de SET até que ele seja reformulado da maneira correta. Por enquanto, estarei estacionando minha mula virtual em outro quintal – é surpresa, continuem acompanhando Kapow! para saber. A mudança também não será só visual, mas também de conteúdo. Inauguro a nova Kapow! com o Top 10 de cinema de 2008 (que, este ano, não contemplou um filme brasileiro sequer…), e a partir daí serão dezenas de novos posts por dia, interagindo com as outras redes que eu faço parte. A idéia é aumentar nossa comunidade e torná-la mais divertida. Ah, censura zero!

E a SET de abril, que chega em cerca de dez dias às bancas, traz dois dos filmes que começam a temporada do verão nos Estados Unidos. O primeiro, claro, é X-Men Origens: Wolverine. Conversei por mais de uma hora com o diretor Gavin Hood para entender, afinal, qual é a deste recomeço mutante no cinema. E é um recomeço, embora esteja alinhado com o universo apresentado nos três X-Men. Ah, eu sei que uma cópia incompleta do filme vazou na net, mas só sendo muito estúpido alguém vai baixar um filme com qualidade duvidosa e diferente da versão final, sendo que Wolverine estréia dia 30.

Além de X-Men Origens: Wolverine, SET também traz em abril os bastidores de Star Trek nas palavras de seu diretor, J.J. Abrams, e do elenco – Chris Pine, Zachary Quinto, Zoe Saldana e John Cho conversaram comigo em Los Angeles, e espere só até ver o que Zoe tem a dizer sobre Avatar… Mais? Também trazemos uma reportagem sobre o avanço da tecnologia 3D com Monstros Vs. Alienígenas; entrevistas exclusivas com o elenco de Velozes & Furiosos 4; e um papo revelador com José Padilha, diretor de Tropa de Elite.

Fique esperto e até (muito) em breve.

Wolverine enfrenta seu passado (errr.... no passado) em seu primeiro filme-solo

Wolverine enfrenta seu passado (errr.... no passado) em seu primeiro filme-solo

De olho em Watchmen

quarta-feira, 25 fevereiro, 2009

Agora que a correria do Oscar ficou para trás (alguém consegue se lembrar de alguma cerimônia mais chata, óbvia e sonolenta?) e o Carnaval é uma lembrança (ainda me espanto com os gritalhões reclamando que a Globo não transmitiu a cerimônia, sendo que foi a decisão mais inteligente da emissora em anos), começamos a olhar para o futuro. Com capricho. Watchmen é, claro, a capa da edição de março de SET. E como é tradição, você vai encontrar a cobertura mais completa da adaptação da obra de Alan Moore e Dave Gibbons, com estrevistas com o elenco, nossa visita ao set do filme, o começo de sua jornada há duas décadas, as tentativas anteriores de adaptar a obra, Watchmen na visão de Paul Greengrass – tudo e mais ainda numa matéria caprichada como a gente gosta de fazer. Ah, e também o veredicto: SET assistiu ao filme antes da folia momesca, mas vou segurar meus comentários em Kapow! para a semana de estréia (a crítica da SET é deste que vos escreve). Uma dica: se você leu Watchmen, esqueça a série. Se você nunca leu, a hora de começar é depois de ver o filme. De qualquer forma, não é Batman – O Cavaleiro das Trevas.

Este mês SET também traz uma entrevista exclusiva com Joaquin Phoenix, que estréia seu último filme, Two Lovers, para se dedicar à carreira de rapper. É, rapper. Ele agora é JP. Pirado no programa do David Letterman, Phoenix conversou com SET sem mascar chiclete e menos alucinado – mas a conclusão sobre essa guinada eu deixo em suas mãos, caro leitor.

Também conferimos o remake de O Menino da Porteira, assinado pelo mesmo diretor do filme de 1977, agora com Daniel no lugar de Sérgio Reis. Ei, antes de você reclamar, eu só tenho quatro palavrinhas: 2 Filhos de Francisco. Embora eu ache que não seja o caso…

Semana que vem parto para Los Angeles, começando nossa cobertura dos filmões do verão ianque com T4 e Star Trek. Em seguida, coloco aqui minha lista dos 10 melhores filmes de 2008 (10 mesmo, e não 11 como foi ano passado). Logo depois, melhores gibis e melhores CDs.

Enjoy!

Os Watchmen enfeitam a capa de SET

Os Watchmen enfeitam a capa de SET

Comecem as apostas…

quarta-feira, 28 janeiro, 2009

Vou contar um segredo profissional a você: editar a edição do Oscar de SET poderia ser tarefa fácil. Muito fácil. Arrumar os indicados numa lista, um texto sobre cada um, nossas apostas, injustiçados e pimba! Na verdade, foi assim que fizemos por anos. Mas não tem a menor graça ficar preso a regras, concorda? Por isso que a gente prefere pensar em como fazer de nossa cobertura mais interessante e dinâmica, em como deixar o que basicamente é um listão mais divertido e gostoso.

Por isso, em fevereiro você encontra em SET não só a lista completa dos indicados ao maior prêmio do cinema mundial, como também tentamos responder algumas perguntas que as escolhas da Academia deixaram no ar. Afinal, o grande barato de listas, como a dos indicados ao Oscar, é justamente trazer alguma discussão. E, claro, dar oportunidade para colocar cada disputa num certo contexto, trazem filmes do passado, enxergar como funcionam as engrenagens que movem a festa – seja mérito, seja marketing.

No meio do bolo, claro, entrevistas exclusivas (Danny Boyle, Sean Penn), perfil de quem dá a volta por cima este ano (Mickey Rourke, Marisa Tomei), e mais Pixar, Nixon, Bollywood, Van Sant, Kate Winslet, Benjamin Button…

E Heath Ledger.

A decisão de colocar o intérprete do Coringa na capa de fevereiro já havia sido tomada antes de começarem os burburinhos sobre sua mais do que óbvia indicação. Afinal, ele foi o foco do filme mais sensacional de 2008, e a absurda não indicação de Batman – O Cavaleiro das Trevas como melhor filme deixou ainda mais em evidência não só a teimosia da Academia em deixar sua festa mais pop (e eles sabem o quanto precisam), como também o apreço pela performance espetacular de Ledger. Se a Academia foi mais uma vez sóbria, SET segue o caminho inverso com uma capa pop e colorida, que rende uma última homenagem a um artista que nos deixou cedo demais – espero que não seja só nossa, mas isso a gente vê dia 22 de fevereiro.

Heath Ledger segura o que lhe é de direito na capa de SET de fevereiro

Heath Ledger segura o que lhe é de direito na capa de SET de fevereiro

E o Oscar vai para…

quinta-feira, 22 janeiro, 2009

… Deus sabe. Mas os indicados, revelados hoje, mostram uma Academia careta e presa aos mesmos valores que se repetem a cada ano. Ou seja, previsível até o talo. Com poucas surpresas e muitas esnobadas, a Academia perdeu a chance de fazer sua festa mais pop – o que poderia ser traduzido em audiência –, ignorando Batman – O Cavaleiro das Trevas nas categorias principais (embora tenha fechado com oito indicações), insistindo em alguns autores que não merecem o incenso (Stephen Daldry, que dirigiu o bom Billy Elliot e o atroz As Horas, dá as caras com O Leitor) e seguindo a manada em outros casos (o “romance” da vez é Quem Quer Ser um Milionário?). A lista segue abaixo, faça suas apostas e aproveite o domingo de Carnaval para cair na folia. Os resultados do Oscar, eu garanto, serão os mesmos na manhã da segunda-feira.

FILME
O Curioso Caso de Benjamin Button
Frost/Nixon
Milk – A Voz da Igualdade
O Leitor
Quem Quer Ser um Milionário?

DIRETOR
David Fincher, por O Curioso Caso de Benjamin Button
Ron Howard, por Frost/Nixon
Gus Van Sant, por Milk – A Voz da Igualdade
Stephen Daldry, por O Leitor
Danny Boyle, por Quem Quer Ser um Milionário?

ATOR
Richard Jenkins (Aprendendo a Viver)
Frank Langella (Frost/Nixon)
Sean Penn (Milk – A Voz da Igualdade)
Brad Pitt (O Curioso Caso de Benjamin Button)
Mickey Rourke (O Lutador)

ATRIZ
Anne Hathaway in (O Casamento de Rachel)
Angelina Jolie (A Troca)
Melissa Leo in (Rio Congelado)
Meryl Streep (Dúvida)
Kate Winslet (O Leitor)

ATOR COADJUVANTE
Josh Brolin (Milk – A Voz da Igualdade)
Robert Downey Jr. (Trovão Tropical)
Philip Seymour Hoffman (Dúvida)
Heath Ledger (Batman – O Cavaleiro das Trevas)
Michael Shannon (Foi Apenas Um Sonho)

ATRIZ COADJUVANTE
Amy Adams (Dúvida)
Penélope Cruz (Vicky Cristina Barcelona)
Viola Davis (Dúvida)
Taraji P. Henson (O Curioso Caso de Benjamin Button)
Marisa Tomei (O Lutador)

ROTEIRO ADAPTADO
O Curioso Caso de Benjamin Button, por Eric Roth e Robin Swicord
Dúvida, por John Patrick Shanley
Frost/Nixon, por Peter Morgan
O Leitor, por David Hare
Quem Quer Ser um Milionário?, por Simon Beaufoy

ROTEIRO ORIGINAL
Rio Congelado, por Courtney Hunt
Simplesmente Feliz, por Mike Leigh
Na Mira do Chefe, por Martin McDonagh
Milk – A Voz da Igualdade, por Dustin Lance Black
WALL-E, por Andrew Stanton, Jim Reardon e Pete Docter

FILME ESTRANGEIRO
Der Baader Meinhof Komplex, de Uli Edel (Alemanha)
Entre Les Murs (The Class), de Laurent Cantet (França)
Okuribito (Departures), de Yojiro Takita (Japão)
Revanche, de Götz Spielmann (Áustria)
Valsa com Bashir, de Ari Folman (Israel)

ANIMAÇÃO
Bolt – Supercão
Kung Fu Panda
WALL-E

FOTOGRAFIA
A Troca, por Tom Stern
O Curioso Caso de Benjamin Button, por Claudio Miranda
Batman – O Cavaleiro das Trevas, por Wally Pfister
O Leitor, por Chris Menges e Roger Deakins
Quem Quer Ser um Milionário?, por Anthony Dod Mantle

MONTAGEM
O Curioso Caso de Benjamin Button, por Kirk Baxter e Angus Wall
Batman – O Cavaleiro das Trevas, por Lee Smith
Frost/Nixon, por Mike Hill e Dan Hanley
Milk – A Voz da Igualdade, por Elliot Graham
Quem Quer Ser um Milionário?, por Chris Dickens

DIREÇÃO DE ARTE
A Troca, por James J. Murakami e Gary Fettis
O Curioso Caso de Benjamin Button, por Donald Graham Burt e Victor J. Zolfo
Batman – O Cavaleiro das Trevas, por Nathan Crowley e Peter Lando
A Duquesa, por Michael Carlin e Rebecca Alleway
Foi Apenas Um Sonho, por Kristi Zea e Debra Schutt

FIGURINO
Austrália, por Catherine Martin
O Curioso Caso de Benjamin Button, por Jacqueline West
A Duquesa, por Michael O’Connor
Milk – A Voz da Igualdade, por Danny Glicker
Foi Apenas Um Sonho, por Albert Wolsky

TRILHA SONORA
O Curioso Caso de Benjamin Button, por Alexandre Desplat
Um Ato de Liberdade, por James Newton Howard
Milk – A Voz da Igualdade, por Danny Elfman
Quem Quer Ser um Milionário?, de A.R. Rahman
WALL-E, por Thomas Newman

CANÇÃO
“Down to Earth”, de Peter Gabriel e Thomas Newman (WALL-E)
“Jai Ho”, de A.R. Rahman e Gulzar (Quem Quer Ser um Milionário?)
“O Saya”, de A.R. Rahman and Maya Arulpragasam (Quem Quer Ser um Milionário?)

MAQUIAGEM
O Curioso Caso de Benjamin Button, por Greg Cannom
Batman – O Cavaleiro das Trevas, por John Caglione, Jr. e Conor O’Sullivan
Hellboy II: O Exército Dourado, por Mike Elizalde e Thom Floutz

EDIÇÃO DE SOM
Batman – O Cavaleiro das Trevas, por Richard King
Homem de Ferro, por Frank Eulner e Christopher Boyes
Quem Quer Ser um Milionário?, por Tom Sayers
WALL-E, por Ben Burtt e Matthew Wood
O Procurado, por Wylie Stateman

MIXAGEM DE SOM
O Curioso Caso de Benjamin Button, por David Parker, Michael Semanick, Ren Klyce e Mark Weingarten
Batman – O Cavaleiro das Trevas, por Lora Hirschberg, Gary Rizzo e Ed Novick
Quem Quer Ser um Milionário?, por Ian Tapp, Richard Pryke e Resul Pookutty
WALL-E, por Tom Myers, Michael Semanick e Ben Burtt
O Procurado, por Chris Jenkins, Frank A. Montaño e Petr Forejt

EFEITOS VISUAIS
O Curioso Caso de Benjamin Button, por Eric Barba, Steve Preeg, Burt Dalton e Craig Barron
Batman – O Cavaleiro das Trevas, por Nick Davis, Chris Corbould, Tim Webber e Paul Franklin
Homem de Ferro, por John Nelson, Ben Snow, Dan Sudick e Shane Mahan

DOCUMENTÁRIO
The Betrayal (Nerakhoon) de Ellen Kuras and Thavisouk Phrasavath
Encounters at the End of the World, de Werner Herzog e Henry Kaiser
The Garden, de Scott Hamilton Kennedy
Man on Wire, de James Marsh e Simon Chinn
Trouble the Water, de Tia Lessin e Carl Deal

DOCUMENTÁRIO CURTA-METRAGEM
The Conscience of Nhem En, de Steven Okazaki
The Final Inch, de Irene Taylor Brodsky e Tom Grant
Smile Pinki, de Megan Mylan
The Witness – From the Balcony of Room 306, de Adam Pertofsky e Margaret Hyde

CURTA-METRAGEM
Auf der Strecke (On the Line), de Reto Caffi
Manon on the Asphalt, de Elizabeth Marre e Olivier Pont
New Boy, de Steph Green e Tamara Anghie
The Pig, de Tivi Magnusson e Dorte Høgh
Spielzeugland (Toyland), de Jochen Alexander Freydank

CURTA DE ANIMAÇÃO
La Maison en Petits Cubes, de Kunio Kato
Lavatory – Lovestory, de Konstantin Bronzit
Oktapodi, de Emud Mokhberi e Thierry Marchand
Presto, de Doug Sweetland
This Way Up, de Alan Smith e Adam Foulkes

Coisas que chegaram, coisas que estão por vir…

sábado, 27 dezembro, 2008

O ano está fechando os olhos, o novo já dobra a esquina. Nos próximos dias, provavelmente antes de 2009 chegar, vou dividir com vocês os pensamentos sobre alguns filmes que estão para chegar aos cinemas e eu já vi, como The Spirit, O Dia Em Que a Terra Parou, Frost/Nixon e O Curioso Caso de Benjamin Button. E sobre Watchmen. E sobre o futuro.

Enquanto isso, deixo a capa da edição de janeiro de SET, nosso já tradicional preview, em que damos uma geral em mais de 150 filmes que estréiam em 2009, com entrevistas, visitas a sets de filmagem e um listão sério do que vai prender nossa atenção já a partir de janeiro (e, não, você não vai encontrar uma linha sobre um novo Superman porque, bem, este filme não existe…). Além do preview, em janeiro você vai ler uma entrevista exclusiva com Will Smith, o maior astro do planeta; um papo com Jim Carrey na comédia Sim Senhor; e tudo sobre Benjamin Button - que, eu já adianto, é brilhante!

Em breve, volto por aqui. Estamos trocando o papel de parede, mexendo nos móveis da sala, para SET ganhar nova cara – nas bancas e na internet. Você não perde por esperar!

Wolverine com cara de mau na edição de janeiro de SET

Wolverine com cara de mau na edição de janeiro de SET

Natal neo-noir!

quinta-feira, 27 novembro, 2008

Rapazes e moças, um mês de isolamento depois, e cá estou eu com mais uma Kapow! – totalmente em falta, por sinal, mas as engrenagens estão se movendo para as novidades que devem pintar ano que vem em SET. Em breve, por sinal, você começa a ver essas mudanças aqui mesmo, em SET Online. Por exemplo, que tal ter um arquivo com TODAS as capas de SET até hoje? E que tal se, aos poucos, o conteúdo de cada edição dos últimos 21 anos também começasse a pintar na net? É, a trabalheira será grande.

Dezembro chega, por sinal, com a redação de SET em pesar, com a perda de nossa colunista, Dulce Damasceno de Brito. Nosso colaborador, Alfredo Sterhein, um dos amigos mais próximos da Dulce, escreveu um texto que resumiu o que ela significou para todos nós, e a falta que ela fará. Lembro das últimas vezes que a vi, em eventos de distribuidoras, e de como conversar com ela sempre foi uma inspiração. Porque, acima de tudo, a Dulce amava o cinema! Sua fascinação com os astros não era deslumbre de tiete, era paixão por aquele mundo! Mesmo agora, com a indústria tão diferente daquela que ela conheceu quando morou em Los Angeles, a Dulce permanecia antenada, de olho nos novos astros, sem nunca deixar de traçar um paralelo com o mundo atual e o mundo que ela conheceu tão de perto.

E será que qualquer outro jornalista de cinema do Brasil podia se gabar de ter conversado com Marlon Brando tantas vezes? Ou de visitar set de filmagens de Stanley Kubrick e Alfred Hitchcock? Só a Dulce podia.

Bom, em dezembro tem matéria sobre minha visita aos estúdios de animação Walt Disney, e um papo com John Lasseter. Também conversamos com Viggo Mortensen no Rio de Janeiro, quando ele lançou o filme Um Homem Bom, dirigido por Vicente Amorim. Também falamos da segunda animação digital feita no Brasil, O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes.

E a capa (ou as capas) que você vê aí embaixo trazem uma matéria completíssima da estréia de The Spirit, primeiro filme dirigido por Frank Miller. SET conversou com exclusividade com Miller e com seu elenco, em uma matéria que você só vê aqui!

E é isso, rapazes e moças. Kapow! volta antes do que você imagina, quem sabe com uma decoração diferente por aqui…

Gabriel Macht como The Spirit

Gabriel Macht como The Spirit

Scarlett Johansson como Silken Floss

Scarlett Johansson como Silken Floss

Trek na capa!

sábado, 25 outubro, 2008

Sabadão preguiçoso, cá estou eu aproveitando merecidas férias, mas correndo para colocar no ar mais um Kapow! tardio. O motivo do atraso? Estamos trabalhando fervorosamente aqui em SET nas mudanças radicais e sensacionais que a melhor revista de cinema do Brasil vai encarar em 2009. Acredite, você não perde por esperar – em breve, muito breve, elas começam a dar as caras aqui mesmo no site da revista.

As últimas semanas também foram uma correria ímpar para a rapaziada da redação. Ricardo Matsumoto foi parar em Las Vegas – não para jogar, mas para acompanhar os bastidores de um filme que estréia ano que vem (ainda é segredo). Menos secreta é a viagem que o Rodrigo Salem fez. Ou melhor, as viagens: primeiro para a Patagônia, já adiantando novidade de Era do Gelo 3; depois, para o Egito, onde ele acompanhou as filmagens do segundo Transformers e bateu longos papos com Michael Bay.

Já eu continuo na ponte aérea São Paulo-Los Angeles para trazer com exclusividade mais novidades do mundão do cinema. Da última edição de Kapow! para cá, cobri os bastidores de Bolt (em breve entrevista exclusiva com John Lasseter), conversei com Ridley Scott, Russell Crowe e Leonardo DiCaprio sobre Rede de Mentiras e passei dois dias grudado em Zack Snyder para continuar nossa cobertura de Watchmen - que, você sabe, é a mais completa do Brasil.

Agora deixa eu voltar para a praia – férias são um barato! Ah, não antes de revelar a capa da edição de novembro! Como já disse ali em cima, trazemos a cobertura completa dos bastidores de Rede de Mentiras, uma homenagem ao grande Paul Newman, as novas investidas de Hollywood com adaptações de video games para o cinema, um papo revelador com o grande Selton Mello e, mostrando quem faz a melhor revista de ficção científica do Brasil, começamos nossa cobertura do novo Star Trek, com entrevistas exclusivas com J.J. Abrams, Chris Pine e Zachary Quinto. É para quem pode, e você acompanha só em SET. Enjoy!

Zachary Quinto todo pimpão na pele de Spock no novo Star Trek

Zachary Quinto todo pimpão na pele de Spock no novo Star Trek

Bond is back!

sexta-feira, 26 setembro, 2008

Rapazes e moças, depois de conferir o novo filme de Ridley Scott (e de bater papo com ele, Leonardo DiCaprio e Russell Crowe – leia mais na SET de novembro), estou de volta ao hotel só para cumprir minha promessa. Quando eu quero até consigo ser um sujeito legal…

A SET de outubro traz a cobertura de Quantum of Solace, com entrevistas exclusivas com diretor, produtores e, claro, com Daniel Craig, falando de como continuar a reinvenção de Bond depois de Cassino Royale. Além disse, damos uma geral em Corrida Mortal, na carreira de De Niro e Pacino, no brasileiro Última Parada 174 batemos um papo (direto de seu pub) com Guy Ritchie, que volta à forma com RocknRolla.

Divirta-se! E até novembro com uma capa… inesperada… hehehe. Ah, e lembrem-se que mudanças gigantes estão a caminho.

Daniel Craig, elegante como sempre, em Quantum of Solace

Daniel Craig, elegante como sempre, em Quantum of Solace

Flagg!, Aranha, capa, etc…

quarta-feira, 24 setembro, 2008

Quase um mês sem Kapow!, mas por uma boa causa: em breve, SET estará experimentando grandes mudanças… GRANDES mudanças! Revista, site – tudo está prestes a ganhar um terno novo. “Três botões é meio anos 90, sr. Wayne”, diria Lucius Fox. Nossa resposta seria a mesma do velho Bruce.

Mas isso é o futuro.

Por enquanto vou dar uma geral no presente.

COMEDIANTE CHAMA

com uma arma assim, você diria não a um pedido do sujeito?

Jeffre Dean Morgan como o Comediante: com uma arma assim, você diria não a um pedido do sujeito?

Quando divulguei as capas da edição de setembro aqui em Kapow!, não esperava uma reação tão absurda dos fãs! Algum de vocês mandou as quatro capas com os personagens de Watchmen para o Superhero Hype, e a coisa espalhou como fogo em palha. Logo, todos os sites e blogs bacanas de cinema do mundo – e os mais legais do Brasil também – estavam divulgando a SET de setembro (devo um almoço a vocês, rapazes). E um dos “watchmen” também estava de olho: Jeffrey Dean Morgan, o Comediante, viu a SET na internet, entrou em contato com a redação e pediu alguns exemplares. Pedido feito, pedido resolvido. Tá no correio! Por falar em nova capa… bom, amanhã embarco pra Los Angeles, sexta coloco a de outubro no ar. Pra variar, matéria exclusivo de SET (e, não, a gente não “descobriu” que 2009 tem Superman novo… hehehehe…)

O PESO DE FLAGG!

American Flagg! pesou na mala, mas não vejo nenhuma editora no Brasil se prontificando a lançar...

American Flagg! pesou na mala, mas não vejo nenhuma editora no Brasil se prontificando a lançar...

Comprei o mega encadernado da série American Flagg!, de Howard Chaykin, em San Diego durante a Comic Con. Mas, como tempo não é grátis, só consegui ler quando estava na Califórnia semana passada (SET cobriu com exclusividade o que rola na Disney pós-John Lasseter, em breve você lê na revista). Claro, American Flagg! já havia sido lançado (porcamente) no Brasil – duas vezes e incompleta. A série inteira, ou melhor, as doze primeiras edições, representa o melhor das mentes criativas dos anos 80, não devendo nadinha a clássicos seminais. Na série traçada por Chaykin, ambientada em 2032, os EUA estão em frangalhos como potência (a sede do governo é em Marte), e o que restou é administrado por grandes corporações – na verdade, um colosso chamado Plex, dividido em shopping centers pelo país. É no Plex de Chicago que conhecemos Reuben Flagg, ex-ator (substituído por uma animação digital, o futuro é isso aí) transformado em agente da lei – ou ranger – que enfrenta violência, corrupção e o poder da mídia, não necessariamente nessa ordem. Com arte primorosa e sexy feito o diabo, American Flagg! trouxe um retrato exagerado (mas nem por isso menos realista) do mundo de hoje, criado por Chaykin há mais de vinte anos. A arte imita a vida, etc. Se algum produtor esperto abrir os olhos, American Flagg! é filme pronto!

ARANHA DE PRIMEIRA

Não é uma bobagem para seguir a trama de Homem-Aranha 3 - é uma história sensacional do Cabeça de Teia!

Não é uma bobagem para seguir a trama de Homem-Aranha 3 - é uma história sensacional do Cabeça de Teia!

Ok, “Um Dia a Mais”, que está saindo no Brasil sem muito alarde pela Panini, foi uma solução ridícula para um não-problema – num passe de mágica (magia negra, claro, já que foi pelas mãos de Mefisto), o Homem-Aranha deixou de ser casado, Tia May deixou de estar às portas da morte, o mundo deixou de saber que Peter Parker é o herói, Harry Osborne deixou de adubar algum cemitério… e todo o resto ficou mais ou menos como sempre. Amazing Spider-Man, único título (e semanal) do Cabeça de Teia passou a se ajustar a essa nova realidade, e aos poucos a solução porca parou de azedar a boca, já que as histórias com o novo status quo estavam, bizarramente, muito boas. Claro, parecia também que toda a evolução que o Aranha experimentou em duas décadas tinha virado pó, já que a série, sob a bandeira Brand New Day, tinha um feeling setentista. O que é bom (é a melhor época do herói) e péssimo (se eu quero aquele feeling, releio os clássicos, oras) ao mesmo tempo. Mas parecia um sopro de criatividade, ainda que irregular.

Nada como ter paciência, não?

Há pouco mais de um mês, já abandonando a bandeira Brand New Day, Amazing Spider-Man começou uma nova saga, “New Ways to Die”. É a volta de Eddie Brock – agora como um bizarro Anti-Venom! É Dan Slott escrevendo como gente grande! É Normal Osborne (e seus Thunderbolts) de volta à vida do Aranha! E, principalmente, é o melhor desenhista do Teioso em todos os tempos – John Romita Jr., claro – assumindo o lápis. Aparentemente somente durante essa saga, mas a gente pode sonhar, não? De repente, ler Homem-Aranha se tornou um prazer novamente, com um equilíbrio absurdo de humor, ação, drama e ganchos matadores no fim de cada parte. Em mais ou menos um ano chega no Brasil. Acredite, vale a pena mil vezes!

O Anti-Venom pode parecer um conceito estúpido... mas quem se importa? É desenhado por John Romita Jr.!

O Anti-Venom pode parecer um conceito estúpido... mas quem se importa? É desenhado por John Romita Jr.!

SET, REVISTA SET…

Volte sexta para ver a capa da SET de outubro em toda sua glória!

Volte sexta para ver a capa da SET de outubro... mas não é tão difícil assim adivinhar quem está nela, certo?

Sexta-feira, logo depois de bater papo com Ridley Scott, Russell Crowe e Leonardo DiCaprio, dou um pulo em Kapow! para mostrar a nova capa. Caríssimo, você que espalhou a edição de setembro pela net, um doce se fizer de novo. Ah, e se eu ver alguma celebridade andando pelas ruas de Los Angeles, pode deixar que eu não sou caipira e não vou contar a vocês. Fala sério, né.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.